AVENTURA DE APRENDER

Site da Alefe

BLOG

Todas as novas publicações serão postadas nesta página. 

view:  full / summary

TOME CUIDADO

Posted by aventuradeaprender on March 22, 2017 at 6:50 PM Comments comments (0)
DICA DE FILME


Tome cuidado (assistido em 2017)


Sarah Miller equilibra sua vida profissional com as tarefas da família, mas quando ela começa a receber textos e fotos em seu celular como ameaças, sua vida perfeita começa a se desfazer. Sem poder provar para a polícia as chantagens que está sofrendo, pois as mensagens são automaticamente apagadas depois de abri-las, Sarah decide descobrir sozinha quem está por trás de tudo isso.


 

Sarah tem a vida aparentemente perfeita ao lado do marido Kurt e da enteada Teri. Ela trabalha como publicitária em uma agência juntamente com sua secretária Julie. Entretanto, a empresa está passando por um momento de crise e demissões são anunciadas. É óbvio pra ela que tanto a secretária perfeitinha quanto o colega insuportável querem tomar o seu lugar. Além disso, ela desconfia que tanto Julie quanto uma vizinha estão interessados em seu marido.


Em meio a toda essa situação, Sarah descobre que está sendo seguida porque passa a receber pelo celular diversas fotos de sua rotina e, além disso, percebe que sua casa tem sido invadida porque o invasor faz questão de deixar suas marcas em pequenas alterações. Para ela, é mais do que óbvio de que tudo isso é pra deixá-la preocupada para não conseguir trabalhar direito e ser demitida. Ela até tenta chamar a polícia, mas como as fotos são enviadas por um aplicativo que apaga automaticamente nada pôde ser provado a não ser uma foto impressa que parece não representar ameaça alguma.


"O que angustia mais é a espera. Não o resultado.”


Sarah se vê sozinha sem a ajuda da polícia e até mesmo do marido que começa a desconfiar de que ela está paranoica. Por isso resolve investigar por conta própria pra tentar salvar seu emprego. Entretanto, isso é só o começo porque logo as ameaças ficam perigosas de verdade e colocam em risco a família que tanto ama. Ameaças de sequestro, bomba relógio, um carteiro que não trabalha no correio, um policial que busca ajudar e descobrem que morreu há cinco anos...


Enfim, vou parar de contar por aqui... Parece que estou dando spoiler, mas não estou. A verdade que o filme revela é mais chocante do que tudo o que possamos pensar e as surpresas serão inevitáveis. Entretanto, precisamos prestar bastante atenção se não é impossível entender todos os desdobramentos.


"As fotos não podem te machucar, mas as pessoas sim.”


Spoiler:


O tempo todo Sarah se faz de vítima, mas na verdade é a vilã. Ela é a chefe de um grupo de assassinos profissionais que gostava de fotografar suas vítimas mortas para se satisfizer. Entretanto, o grupo estava sendo investigado e ela formou uma família pra sair de cena. Só que um dos policiais que havia perdido o emprego por investigar o caso conseguiu encontrá-la e mostrar que ela não poderia fugir. Pra isso seguiu e mandou as fotos, se passou pelo chefe que havia morrido, se passou pelo funcionário do correio e tentou marcar com ela um encontro.

O filme realmente nos engana e o susto é garantido. A única hora em que dá pra desconfiar é quando Sarah fica brava com a enteada porque ela está brincando no armário. No final descobrimos que era ali que ela escondia sua arma e ficou com medo da garota achar. Fora isso, o engano é completo e total.

OS ESCOLHIDOS

Posted by aventuradeaprender on January 31, 2017 at 7:55 PM Comments comments (0)

DICA DE FILME




Os escolhidos (assistido em 2014)


A família Barret leva uma vida pacata e tranquila no subúrbio, mas isso começa a mudar quando uma série de estranhos e misteriosos eventos passa a fazer parte de sua rotina. A família acaba descobrindo que existe uma terrível e mortal força atrás dela e precisará lutar por sua sobrevivência.


A família Barrett é composta pelo pai Daniel, a mãe Lacy e os dois filhos. O mais velho: Jesse, e o mais novo: Sammy. Daniel está desempregado e por causa disso vive brigando com a sua esposa.


Eles tinham uma vida relativamente normal até que eventos estranhos começam a acontecer. No começo parecem mais brincadeiras e pouco tempo depois se tornam provocações e ataques diretos. O pai sempre acha que é coisa das crianças querendo chamar atenção. Entretanto, depois de ouvir interferências em uma gravação aceita ir com a esposa a um especialista.


Ele diz que a intenção dos extraterrestres é levar o membro da família que foi contatado primeiro e que quando esses fenômenos acontecem é porque já estão sendo observados há muito tempo.


"Existem duas possibilidades: ou estamos sozinhos no universo, ou não. Ambas são igualmente aterrorizantes."


O especialista também fala que a única forma de tentarem se salvar é manterem-se unidos porque eles gostam de separação e isolamento. Até nisso esses bichos são idênticos aos demônios porque um dos nomes do diabo é divisor e acusador.


Ele só erra quando explica que a escolha das entidades é aleatória. Não é! Eles só mexem com quem procura por ocultismo (abre a porta para demônios), quem vive em pecado deliberadamente (mata a consciência que ativa a Graça preveniente) e com os predestinados do mal (pessoas que os demônios acham que têm o direito porque os antepassados os serviram). É importante deixar claro que Deus dá a escolha pra todos e apenas o diabo gosta de anular o livre arbítrio. Até mesmo os “predestinados” podem escolher servir a Deus mesmo se tiverem contatos na infância (foi o que aconteceu comigo).


“Você acha que um rato de laboratório se pergunta o que ele tem de especial enquanto cientistas inserem ondas de choque em seu cérebro?”


Depois o filme mostra a família tentando sobreviver ao ataque, mas não conseguem porque eles não buscam refúgio em Deus que é o Único que poderia salvá-los. Ainda assim há uma surpresa de causar arrepios.


Apesar do filme não ser cristão mostra claramente como extraterrestres são malignos e agem da mesma forma que conhecemos ser típica dos demônios. É interessante notar a tradução do nome original: “Dark skies” = “Céus escuros”.


Pesquisando sobre o filme vi muitos comentários de que são as mesmas características vistas em filmes sobre espíritos, fantasmas e demônios. Isso mostra que as pessoas já estão percebendo que se trata de uma coisa só: demônios, anjos caídos, entidades do mal, espíritos malignos...


Muitos quando ouvem falar de demônios já têm logo aquela imagem de um ser vermelho, com chifres, rabo e um tridente. Entretanto, essa descrição não é real. Na verdade, eles são inteligências extraterrenas e totalmente malignas. O único intuito deles é se alimentar do nosso medo e dos nossos erros porque é só assim que conseguem atingir a Deus, nosso Criador: provocando nosso sofrimento e nos afastando d’Ele que é a Única fonte de Amor, bondade, perdão e Salvação.


Spoiler:


Todos (inclusive o expectador) pensam que o alvo é o filho mais novo porque é quem demonstra estar sendo contatado, mas na verdade é o mais velho que desde pequeno já dá sinais que ninguém notava como viver sempre doente e desenhar extraterrestres.

O VISITANTE

Posted by aventuradeaprender on January 30, 2017 at 7:55 AM Comments comments (0)

DICA DE FILME




O visitante (assistido em 2014)


Antioch. Há 3 anos Marian Jordan foi assassinada, sendo que os criminosos nunca foram encontrados. Isto fez com que o pastor Travis Jordan, seu marido, perdesse a fé em Deus. Subitamente milagres acontecem na pequena cidade. Michael Elliot, o filho de uma veterinária, Morgan Elliot, que recentemente chegou em Antioch, poderia ter morrido em um acidente de carro, mas não teve um arranhão. Coisas milagrosas como um paralítico andar, um tumor regredir e até mesmo o cão de Morgan, que fora enterrado, aparecer vivo. Em todos estes eventos três desconhecidos usando roupas pretas são vistos e Brandon Nichols sugere que ele possa ser Jesus Cristo. Os moradores de Antioch acharam que estes fatos eram um sinal divino e passam a venerar Nichols como um profeta, sem pensar que nem todo milagre é uma benção. Entretanto Travis e Morgan acham tudo muito estranho e resolvem investigar o que está ocorrendo na cidade.


Não tenho muito para falar da história porque a sinopse já diz praticamente tudo. Eu já havia assistido ao filme durante o meu período de quarentena por causa do acidente em 2008, mas decidi assistir de novo em 2014. Em 2008, infelizmente, acabou aguçando meu cessacionismo (descrença em milagres atualmente). Logicamente isso já ficou pra trás e sei o quanto eu estava errada.


Eu quis rever porque nos debates em um grupo de ufologia estávamos comentando que os sinais mostrados nos filmes para os ataques de alienígenas são idênticos aos mostrados em filmes sobre demônios e espíritos: interferências em equipamentos eletrônicos, alteração no comportamento das pessoas e dos animais, falsos milagres e prodígios... Eu nunca tinha reparado nesses detalhes específicos, mas depois percebi que na maioria dos filmes mostra todos esses sinais realmente. O último filme resenhado (sobrenatural) é outro dos inúmeros exemplos.


Apesar de o filme parecer ser um completo absurdo e exagero não é. Esse tipo de situação relatada acontece aos montes. Logicamente (e felizmente) a grande maioria se trata apenas de charlatanismo (hipnose, atores contratados, emocionalismo...) e não de coisas realmente malignas. Entretanto, ainda sim causam mal porque mata a fé das pessoas. E isso é algo que devemos combater tomando cuidado para denunciar os erros, mas amar os enganados por eles.


“Nem todo milagre é uma benção”


Nunca é demais dizer que falsos milagres e prodígios existem, mas também os verdadeiros. O diabo não perderia tempo em falsificar algo se não houvesse o real. Só fabricam bijuterias porque existem joias e ninguém perde tempo em falsificando uma nota de três reais porque elas não existem.


É oportuno comentar uma história que me causa arrepios e tem certa semelhança com os fatos do filme. No século XVII existiu um pregador puritano chamado Thomas Weir. O caso é tão absurdo que inspirou o autor de “O médico e o monstro”. Aliás, tudo o que se refere a essa época é muito nebuloso. Li em um estudo (que infelizmente só existe em inglês, mas dá pra entender pelo Google tradutor) que a história da igreja no chamado “Renascimento” é tão perversa e oculta que não está registrada em lugar nenhum. Sabemos poucas coisas, mas o suficiente pra tirar o sono de qualquer um.


O MÉDICO E O MONSTRO, E O PREGADOR SATANISTA: http://juliosevero.blogspot.com.br/2007/06/o-mdico-e-o-monstro-e-o-pregador.html


A SOCIEDADE SECRETA NA IGREJA DE SARDES: http://philologos.org/__eb-jki/tape05.htm


Pelo menos pra mim foi uma libertação porque finalmente pude entender as palavras tão duras que Jesus dirigiu pra igreja daquela época nas cartas em Apocalipse. Acho que aqui não é o momento nem o lugar adequado, mas confesso que tenho muita dificuldade em entender como alguém consegue ensinar sobre Deus e ainda assim adorar ao diabo. Esse tipo de coisa não entra na minha cabeça de jeito nenhum! Desculpem os termos, mas só gente muito burra pra fazer esse tipo de coisa. Só acredito porque está escrito na Bíblia e uma boa pesquisa em história fora dos meios oficiais revela tudo muito claramente. Além disso, já tive experiências pessoais gravíssimas nesse sentido e espero um dia ter coragem pra contar.


Spoiler:


Na verdade, o tal pregador não era profeta coisa nenhuma e sequer era cristão. Tratava-se de uma pessoa que com raiva de Deus faz um pacto com o diabo e todos os que supostamente foram curados além de terem a alma aprisionada aos demônios ainda ficaram pior depois de algum tempo.

SOBRENATURAL

Posted by aventuradeaprender on January 29, 2017 at 8:35 PM Comments comments (0)

DICA DE FILME




Sobrenatural (assistido em 2014)


Uma família, que acabou de se mudar para uma casa nova, descobre que um espírito do mal está dentro da casa ao mesmo tempo em que o filho do casal entra em coma de maneira inexplicável. Tentando escapar das assombrações e para salvar o menino, eles se mudam novamente e percebem algo terrível que os deixa desesperados: não era a casa que estava mal-assombrada.


Não se trata de um filme de terror como parece. Gostei muito de assistir, mas me frustrei um pouco porque não tem final.


O tema são as chamadas “viagens astrais”. Alguns podem pensar ser o inferno, mas não é. É como se fosse um mundo espiritual, mas só pessoas vivas são aprisionadas lá.


O problema é que, segundo o filme, se a pessoa está presa nesse mundo astral demônios tem legalidade pra possuir e usar o corpo na terra. Depois dessa explicação acompanhamos as tentativas da família de tentar fazer com que o menino acorde. No final ainda há uma surpresa que não vou contar pra não dar spoiler.


Logicamente esse filme não é cristão e tem muitos absurdos, mas a explicação do mundo astral é real e tem sido partilhada por vários irmãos nos últimos tempos. Isso explicaria também sobre certas experiências que dizem ser do inferno e biblicamente não fazem sentido. O problema é que muitos por falta de discernimento entendem tudo errado como uma adolescente que viu seus amigos vivos no inferno e entendeu que são predestinados à condenação e não deveria mais evangelizar. Na verdade o que ela viu era como os demônios estavam aprisionando-os por aqui mesmo, mas não foi capaz de discernir isso.


Esse filme é bem especial pra mim porque me ajudou a entender uma experiência que tive.


No dia 4 de dezembro de 2007 eu apresentei o trabalho de conclusão de curso do “Altas habilidades”. Após a apresentação começou a cair uma chuva torrencial. Então fiquei perambulando quase de forma automática pelos corredores da universidade ao mesmo tempo em que ouvia sem parar a frase “There's no time to change your mind” (essa é a música de um filme sobre o apocalipse que traduzindo significa “não dá mais tempo pra mudar de ideia”). No começo não entendi muito, mas logo reconheci a frase do filme. Então veio na minha mente vários alertas dizendo que não dava mais tempo, que eu havia feito minha escolha, que não teria mais como sair do caminho, que era impossível esquecer do que vivi e do que Deus falou, que tudo era o meu propósito e missão... Isso foi me oprimindo de tal forma que comecei a gritar com a alma: “Socorro! Não quero ficar aqui! Quero sair daqui!”. Na mesma hora veio o entendimento que se eu abandonasse realmente o caminho que vinha seguindo seria isso que aconteceria. Devo ter ficado cerca de uma hora e meia nesse estado até que a chuva passou e consegui voltar pra casa.


Essa experiência e nada foi a mesma coisa. Eu já tinha decidido abandonar tudo e focar apenas na igreja que já estava frequentando há uns 2 meses antes. Como quase tudo o que tinha a ver com o passado foi completamente esquecido, mas só lembrei quando assisti ao filme e por isso se tornou tão especial pra mim mesmo com todos os exageros. Sei que existe o segundo, mas não tive interesse em ver porque o roteiro é ainda mais absurdo.


Spoiler:


No final a exorcista faz com que o casal entenda que isso aconteceu com o menino porque havia acontecido com o pai, mas ele programou a mente pra esquecer tudo e agora os demônios voltaram pra completar o serviço na criança.

DEUS NAO ESTA MORTO

Posted by aventuradeaprender on January 28, 2017 at 8:15 PM Comments comments (0)

DICA DE FILME




Deus não está morto (assistido em 2014)


Quando o jovem Josh Wheaton entra na universidade, ele conhece um arrogante professor de filosofia que não acredita em Deus. O aluno reafirma sua fé, e é desafiado pelo professor a comprovar a existência de Deus. Começa uma batalha entre os dois homens, que estão dispostos a tudo para justificar o seu ponto de vista - até se afastar das pessoas mais importantes para eles.


Acredito que esse é um dos filmes cristãos mais conhecidos dos últimos tempos. Fez um relativo sucesso até mesmo entre não cristãos, mas também causou polêmica e insatisfação tanto no meio cristão quanto no secular. Algumas críticas logicamente são sem sentido, mas outras têm certa razão. Falarei sobre isso mais à frente. Quanto a mim assisti ao filme tanto em 2014 quanto na igreja ano passado (2016).


A sinopse do filme é exata em relação ao núcleo principal. Ela apenas não fala sobre os outros personagens aparentemente secundários, mas com muita importância. Temos uma banda cristã de sucesso; uma jovem que se converteu ao cristianismo pela internet de família muçulmana; um jovem chinês que começa a ter interesse por Cristo por causa dos debates; os dois pastores; a mulher que achava ter tudo e quando descobre que está com câncer se vê totalmente abandonada até mesmo pelo namorado que dizia ser apaixonado; o tal namorado que não vale nada e tem uma mãe com Alzheimer; a irmã dele que é cristã e tem um caso com o professor ateu. Se me lembro bem os personagens secundários são esses.


“Seu pecado é como uma cadeia. Só que tudo é lindo e confortável, não há necessidade de sair, a porta está aberta. Até que um dia, o tempo se esgota e a porta da cela se tranca. Então é muito tarde...”


Não vou dar muitos mais detalhes sobre o filme porque é bem famoso e fácil de encontrar. Um ponto que chamou minha atenção é que não é uma crítica ao ateísmo simplesmente (decisão de não crer). O problema está com aqueles que além de não crerem ainda querem que todos sejam iguais. Isso faz do ateísmo uma religião, o que um atentado à lógica. Outro ponto positivo é mostrar a perseguição que os cristãos sofrem tanto diretamente quanto indiretamente.


Vocês devem estar se perguntando então: qual é o problema? Os filmes cristãos atuais muitos são triunfalistas. A impressão que dá é que não estão sendo feitos tanto pra edificar ou evangelizar porque mostram situações irreais. Nisso não se diferem em nada da maioria dos filmes seculares que querem mostrar uma alternativa ao mundo real, uma fuga da realidade.


Não posso dar spoilers aqui, mas sabe quando a gente assiste e fala: “Poxa, que legal... Mas isso não pode acontecer”. É esse exatamente o caso. Além disso, ano passado descobri que esse filme é a refilmagem de um chamado “Teste de fé” de 1987. A história é idêntica, mas não é triunfalista. Mostra o mundo como ele é e cumpre exatamente o que prometeu. Já o argumento de “Deus não está morto” é igual ao de “Demônios do templo” (resenhado em 2008). Aquele lá sim é um filme de fantasia e humor com apenas uma alegoria cristã e não tem pretensão alguma de ser real. Em se tratando de realidade até mesmo “O anjo de Sardes” que tem literalmente um anjo como protagonista consegue ser mais verossímil.


Spoiler:


Confesso que ri bastante no final do filme quando Josh pergunta ao professor como ele pode odiar a Deus se não crê que ele existe. Já o final em que ele está morrendo e finalmente se converte é emocionante, mas como eu disse: não convenceria um ateu. Outra coisa que não convence nem ateus nem cristãos é toda a turma se convertendo. Isso não acontece nem em igreja...

PORTA DO CEU

Posted by aventuradeaprender on January 28, 2017 at 7:20 AM Comments comments (0)

DICA DE FILME




Porta do céu (assistido em 2014)


Uma jovem descobre um misterioso portal para o céu. Por conta disso, adquire poderes que usará para ajudar a comunidade onde vive, mas para isso terá que lidar com um sacrifício inesperado.


Esse não é um filme cristão, mas espírita. Só que mesmo assim acredito ter boas lições pra aprendermos.


Fala sobre uma garota que depois de perder o avô descobre que tem poder de curar pessoas e animais. A menina acredita que é o avô quem está curando através dela.


O problema é que depois todos começam a regredir e a maioria morre e ela também fica muito doente, como se tivesse pegado todas as doenças que curou. Esse me pareceu um alerta sincero contra os falsos milagres. Nos milagres e libertações falsas a pessoa aparentemente se livra de um problema, mas arruma outro. Ou então se livra apenas por um tempo e depois volta pior do que antes.


Então acontecem algumas coisas e ela descobre que há uma situação específica em que ela deve ajudar.


Spoiler:


Só quando ela cura quem realmente deveria e os familiares oram a Deus verdadeiramente é que ela se recupera. No final do filme ela diz que teve uma experiência, mas descobriu que não era o avô que a estava ajudando. A única parte que “estraga” é quando fala que o avô reencarnou no irmão que nasceu. Se não tivesse essa parte seria perfeito.

MANDIE E O TUNEL SECRETO

Posted by aventuradeaprender on January 27, 2017 at 7:30 AM Comments comments (0)

DICA DE FILME




Mandie e o túnel secreto (assistido em 2014)


Em 1899, a vida de Mandie e seus amigos mudam. Cherokee quer ajudá-la a fugir para uma mansão que detém os segredos de seu passado e a chave para seu futuro.


É um filme de aventura infanto-juvenil de época. Tem a parte 2 e a 3, mas nunca consegui assistir.


Fala sobre uma adolescente que foge de casa (quando o pai morre) pra procurar a mansão do tio dela. Ao chegar lá descobre que tio também morreu. Então começa uma caçada pelo testamento ao mesmo tempo em que surgem desconhecidos dizendo ser parentes.


Achei o filme muito legal, mas é tão complexa a história que não consigo lembrar muita coisa. Eles descobrem alguns mistérios, mas nem quando assisti entendi direito.

INCONDICIONAL

Posted by aventuradeaprender on January 26, 2017 at 8:05 AM Comments comments (0)

DICA DE FILME




Incondicional (assistido em 2014)


A vida de Samantha é um contos de fadas. Ela está feliz no casamento, vive em um rancho onde mantém seu cavalo amado, e as histórias que ela passou desde a sua infância se transformaram em livros. Quando o seu marido Billy é morto em um ato insensato de violência, Samantha perde sua fé e a sua vontade de viver. Mas um encontro que desafia a morte com duas crianças, e leva a um encontro com Joe, um velho amigo. Inspirado em fatos reais, "Unconditional" estrela Michael Ealy (Pense Como Eles) e Lynn Collins (John Carter - Entre Dois Mundos). Enquanto Sam assiste Joe amar e cuidar das crianças de seu bairro humilde, ela começa a entender que não importam as circunstâncias da vida, o amor sempre nos alcançará.


Samantha era uma jovem sonhadora que era autora de livros infantis e vivia a vida como um conto de fadas, mas quando o marido é brutalmente assassinado ela perde a fé. Pra aumentar a frustração dela, o culpado nunca foi encontrado.


Então um dia em que ela estava tentando se matar quase atropela duas crianças que fugiam da polícia quando tentavam assaltar um supermercado pra matar a fome. Ela os leva para um hospital e reencontra um amigo de infância que ela ajudava. Com a reaproximação, ela conhece o trabalho dele como líder do gueto que cuida das crianças. Ao ajudá-los descobre um novo sentido pra sua vida e se vê novamente apaixonada por ele e pelas crianças.


Só que nem tudo são flores. Ela suspeita de um dos jovens do gueto porque ela acha que ele é o assassino do seu marido. O filme inteiro a mostra ajudando as crianças da comunidade e tentando investigar o assassinato.


"Porque tudo que uma criança merece, é um amor Incondicional."


Spoiler:


No final ela descobre que o jovem não matou o marido dela. Na verdade, esteve com ele antes do assalto e foi ajudado, mas precisou fugir porque sabia que por ser negro seria acusado do crime.

 

PREGANDO O AMOR

Posted by aventuradeaprender on January 24, 2017 at 6:55 AM Comments comments (0)

DICA DE FILME




Pregando o amor (assistido em 2014)


Lutando para se manter do lado certo da lei, Miles Montego encontra a garota dos seus sonhos, mas ela não é o tipo mais comum de garota que ele está acostumado a namorar. Vanessa é uma garota de igreja em todos os sentidos da palavra.


Miles Montego era líder dos traficantes, mas atendendo sua consciência (que Deus sempre usa pra guiar a todos e levar à verdadeira conversão) desistiu da vida do crime. Entretanto, continuou sendo amigo deles e vivendo em farras. Então ele conhece Vanessa, uma jovem da igreja. Ele começa a namorar com ela, mas sem assumir um compromisso com Jesus mesmo participando das atividades e costumes da igreja. Só que isso ainda terá graves consequências até que possa enfim tomar uma posição em relação a Cristo.


“Às vezes Deus usa medidas extremas para lidar com situações extremas”


Apesar de o filme ser bem extenso não é cansativo em momento algum.


Vi muitas críticas de que mostra um evangelho jovem e mundano, com festas, roupas da moda, música e tals... Isso é em parte verdade, mas nem sempre pode ser considerado pecado porque mesmo como cristãos precisamos de entretenimento e não tem mal algum nisso. O que não pode é essas coisas tomarem o lugar de Cristo, buscar Cristo só por causa disso. E nisso o filme é bem claro... De que não adianta estar na igreja apenas por causa da turma e por ser um lugar legal. Além disso, o filme não é triunfalista e isso pode ser considerado um ponto positivo e tanto.


Spoiler:


Miles só toma uma posição quando perde a mãe e quase perde Vanessa. Então resolve se converter e casar com ela.

 

PEQUENOS MILAGRES

Posted by aventuradeaprender on January 23, 2017 at 6:25 AM Comments comments (0)

DICA DE FILME




Pequenos milagres (assistido em 2014)


O adolescente Taliesin Jones, de 12 anos, está naquela fase de descobertas sobre a vida, garotas e o lado ruim da escola – o bullying. Além disso, o garoto está fazendo o que pode para evitar conflitos com seu pai, um homem extremamente preocupado, que cuida de sua fazenda, e seu irmão um tanto amargo, depois que a mãe deles sai de casa. Depois de testemunhar uma cura misteriosa realizada por seu professor de piano – ele cura as dores nas costas de uma mulher, Taliesin embarca em uma busca espiritual. Para tanto, o jovem forma uma sociedade secreta em sua escola – Os Crentes. Entretanto, suas tentativas de curar seus colegas e a doença grave que acomete seu professor acabam por colocar à prova sua recém-descoberta fé.


A sinopse do filme já diz praticamente tudo o que precisamos saber sobre a história e por isso não tem muito mais o que eu possa falar.


Apesar de ser um filme bem simples e até mesmo previsível gostei muito de assistir porque é sempre bom refletir que os maiores milagres são os do dia a dia e que não precisamos de provas pra crer em Deus. Ele cura e faz milagres sim, mas nossa fé não pode ser baseada nisso.


Rss_feed

REDES SOCIAIS