AVENTURA DE APRENDER

Site da Alefe

BLOG

A MENINA QUE NAO SABIA LER

Posted by aventuradeaprender on May 4, 2017 at 10:30 PM
RESENHA DE LIVRO



A menina que não sabia ler (lido em 2017)

Autor: John Harding



1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e escura mansão, onde nada é o que parece, a pequena Florence é negligenciada pelo seu tutor e tio. Guardada como um brinquedo, a menina passa seus dias perambulando pelos corredores e inventando histórias que conta a si mesma, em uma rotina tediosa e desinteressante. Até que um dia Florence encontra a biblioteca proibida da mansão. E passa a devorar os livros em segredo. Mas existem mistérios naquela casa que jamais deveriam ser revelados. Quem eram seus pais? Por que Florence sonha sempre com uma misteriosa mulher ameaçando Giles, seu irmão caçula? O que esconde a Srta. Taylor? E por que o tio a proibiu de ler? Florence precisa reunir todas as pistas possíveis e encontrar respostas que ajudem a defender seu irmão e preservar sua paixão secreta pelos livros - únicos companheiros e confidentes - antes que alguém descubra quem ousou abrir as portas do mundo literário. Ou será que tudo isso não seria somente delírios de uma jovem com muita imaginação?



Quem narra a história é uma criança de 12 anos chamada Florence. Ela conta que a mãe morreu no parto, e o pai e a madrasta (mãe de seu irmão mais novo, Giles) desapareceram em um acidente. Desde então eles moram na casa do tio que nunca viram e são cuidados apenas pelos empregados. Ela é proibida de aprender a ler porque segundo conseguiu descobrir uma ex-mulher do tio o deixou quando se tornou instruída e ele ficou traumatizado passando a ser contra a educação de mulheres.



Só que quando Florence descobriu a biblioteca fechada da casa ficou fascinada e aprendeu a ler sozinha. Depois ela conta que achou um álbum de família com a mãe de Giles com o rosto recortado e com o pai deles que parece demais com o tio e entende que são gêmeos. Florence e Giles são inseparáveis até que o irmão caçula precisa ser mandado para a escola em regime interno e ela fica triste por estar sozinha e muito preocupada com ele. Então ela recebe a visita de Theo, seu vizinho que tem asma, e é apaixonado por ela. No começo ela não gosta porque muda sua rotina e diminuí bastante o seu tempo de leitura, mas ao longo do livro formam uma boa amizade.



Quando Giles é expulso da escola o tio decide que ele deverá ser educado em casa. Logo chega uma preceptora que morre em um passeio no lago, mas Florence não conta quase nada sobre isso. A partir daí a história começa a ficar estranha porque chega uma nova preceptora chamada senhorita Taylor e ela sente medo porque entende que a moça não é quem diz ser. Ao juntar evidências descobre que a mulher quer fazer mal ao irmão dela, mas não sabe o que. Ao mesmo tempo em que é seguida por ela pelos espelhos da casa e percebe que ela tem poderes especiais entende que é um fantasma que quer sequestrar o irmão e tudo piora ainda mais quando Florence acha duas passagens de trem pra Europa.



Então começa a formular um plano pra impedir isso. Chega a contatar até mesmo o policial responsável pelas investigações da morte da outra preceptora que ao investigar a tal Taylor descobre que ela realmente não tem referências e sempre procurou emprego naquela casa. Com a ajuda de Theo ela formula um plano que não sabemos qual é.



Pode até parecer que estou contando muito e dando spoilers, mas tudo isso acontece nos primeiros capítulos do livro. Agora vou fazer apenas mais alguns comentários. Aprendi com Agatha Christie que nunca devemos confiar em um narrador-personagem porque ele sempre conta a história do seu ponto de vista. No caso desse livro quem conta é Florence e ela conta do jeito dela que ao longo da história se mostra não ser confiável. Cuidado! Estou avisando...



Sempre quando leio ou vejo um filme gosto de pesquisar para confirmar minhas impressões ou entender algo que não entendi (acho que já falei isso aqui). No caso desse livro não foi diferente e minhas piores suspeitas foram totalmente confirmadas. Vi muitos comentando até mesmo que o nome do livro “A menina que não sabia ler” não faz sentido, mas faz. Significa que ninguém acreditaria no que ela é capaz já que pra todos é apenas uma menina que nem sabe ler.



Nas minhas pesquisas também descobri que esse livro é baseado em “A volta do parafuso” de Henry James do século XIX. Então esqueça uma literatura infanto-juvenil. Trata-se de uma história de terror no estilo Edgar Alan Poe, Stephen King e outros do gênero. Apesar de ler esperando um infanto-juvenil não posso dizer que não gostei porque gosto de ser surpreendida.



Spoiler:



Florence deixa Theo morrer, dopa Giles e ainda por cima joga a senhorita Taylor dentro do poço. Depois faz tudo pra encobrir o que fez. Já suspeitava, mas pesquisando comprovei de que Florence na verdade era totalmente psicopata, o tio era o pai deles e a senhorita Taylor a mãe do irmão caçula. Ela era obcecada pelo menino que queria só pra ela e por isso fantasiou todos os aspectos de perseguição sobrenatural. Fica claro também que ela matou a primeira preceptora e isso explica o porquê praticamente nada é narrado sobre ela. Realmente me enganou direitinho e o título do livro quer dizer que ninguém suspeitaria dela já que era apenas uma garotinha órfã e inocente que todos achavam que não sabia nem ler.

Categories: Livros

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments

REDES SOCIAIS

EMAIL:   [email protected]