AVENTURA DE APRENDER

Site da Alefe

BLOG

COMO COMECEI A ESTUDAR O APOCALIPSE

Posted by aventuradeaprender on September 23, 2017 at 6:15 PM Comments comments (0)
TESTEMUNHO


COMO COMECEI A ESTUDAR O APOCALIPSE?


Esse texto era pra ter sido publicado junto com o de ontem (Aniversários curiosos e sinais no céu), mas ia ficar muito grande e por isso resolvi dividir.


Entreguei minha vida a Cristo em 2003 (aos 12 anos de idade) enquanto ouvia um CD infantil que uma vizinha me emprestou. Eu ainda não tinha muito entendimento do que estava fazendo, mas foi nessa época que Deus começou a mudar meu caráter. Por isso tenho como a época da minha conversão mesmo não frequentando igrejas regularmente a não ser como visitante ou por curtos períodos de tempo.


Entretanto, em 2006 (aos 15 anos) surgiu do nada um interesse por ler e estudar a Bíblia e por firmar na igreja pra congregar. Esse interesse começou com dois sonhos: em um deles eu estava alertando sobre grandes catástrofes que aconteceriam, no outro aprendia sobre coisas ocultas que não são do conhecimento da maioria, mas mexer nelas seria muito perigoso.


Entre o fim de 2006 e o fim de 2007 estudei bastante tanto sobre o Apocalipse quanto sobre conspirações. Foi uma coisa incrível! Deus foi me trazendo tudo o que eu deveria estudar e aprender... Seja através de uma conversa, da internet, dos acontecimentos... Aprendi mais durante esse período de um ano do que em toda minha vida.


O problema é que isso me deixou meio sozinha porque ninguém acreditava no que eu falava e eu era tida como louca porque naquela época falar em sinais dos tempos, em conspirações, nova ordem mundial, illuminati, projeto de poder global, manipulação da mídia e etc era coisa de gente doida. Entretanto, mesmo com as zombarias tanto na internet quanto na vida pessoal permaneci firme no meu propósito de denunciar tudo isso.


No fim de 2007, Deus finalmente me direcionou pra congregar em uma igreja e por isso decidi que não queria mais saber de nada disso. Fiz questão de esquecer os sonhos, os acontecimentos, os estudos, as promessas e tudo o que se relacionava com essa temática apocalipse/conspiração. Eu queria apenas ter uma vida normal na igreja, escola, correr atrás de uma carreira profissional, de um relacionamento... Tudo o que os jovens e adolescentes mais buscam nesse mundo.


Entretanto, eu não consegui fazer isso porque quanto mais eu fugia mais esses assuntos me perseguiam. Além disso, de tanto ficar lendo sites e comunidades reformadas (sim, na época só tinha blogs e Orkut que muitos nem sabem o que é mais kkk), em 2008 acabei me tornando cessacionista ferrenha que só zombava de pentecostais e de toda manifestação espiritual. Acredito que tudo isso tenha sido uma forma de fuga de tudo o que havia aprendido entre 2006 e 2007.


A disciplina de Deus não tardou a vim (Ele não causa desastres, mas decide não impedir porque temos livramentos o tempo todo). Dia 10 de setembro de 2008, depois de muitos alertas e até profecias de que eu estava trilhando um caminho errado e me esquecendo de tudo o que Deus havia me feito ser, sofri um acidente. Caí da cama (não foi beliche) e deslocou a patela, além de lesão de nervo e sangramento interno. Não foi grave no sentido de ameaçar minha vida, mas me deixou de cama afastada da minha tão sonhada “vidinha normal” fugindo dos propósitos de Deus e tempo de sobra pra pensar na vida.


Eu sabia que tinha sido disciplina, mas mesmo assim não me toquei dos motivos. Acredito que como prêmio por não ter murmurado tive minha primeira manifestação de línguas estranhas e outras experiências mesmo sem crer em nada disso. Entendi apenas como um prêmio por “fidelidade” (as experiências, nas línguas continuei não crendo), mas no começo de 2009 voltou à mesma encrenca que estava.


Entretanto, alguma mudança houve... Na essência continuou a mesma coisa, mas pelo menos por alguns momentos em um culto, uma conversa, um louvor eu era tocada e pensava que poderia estar errada... Só que logo passava e continuava a fingir minha vidinha perfeita. Além disso, também voltei a alertar sobre conspirações e apocalipse... Mas era por fases e só de vez em quando...


Em meados de 2010 tive uma das experiências mais intrigantes: enquanto estava evangelizando em uma praça apareceu um rapaz pra conversar comigo sobre conspirações e apocalipse. Ele agia como se já me conhecesse de longa data e eu pensei que fosse cristão, mas ao final da conversa revelou que era satanista mandado pra me espionar. Claro que isso foi um choque, mas mesmo assim não temi e aproveitei a oportunidade para evangelizar. Quanto ao que ele disse, é um “espetáculo” a parte e não gostaria de render assunto aqui porque senão vou arrumar briga com metade dos meus amigos. O que interessa é que ele alertou é que a grande maioria dos grupos anti-NOM que existiam na época iria se ferrar porque estavam com o foco errado. Claro que não acreditei em nada disso, mas hoje sei que é tudo verdade.


Ainda vivi em estado de negação por um bom tempo até ao fim desse ano de 2010 em que os acontecimentos me atingiram quase como um tsunami. Resumindo, Deus me mostrou em visão que eu estava com a mente em prisão e no mesmo dia o pastor da igreja pregou sobre isso. Ele também falou que nem tempo e nem mudança apaga pecados: que a única maneira de libertação é confessar mesmo que já tenhamos mudado. Eu sempre achei que isso era coisa desnecessária, mas confessei. Nessa época já tinha percebido que estava errada, mas achava que apenas ter mudado já era suficiente.


Pouco tempo depois fui para um encontro da igreja e lá Deus terminou de fazer o serviço: mostrar que o cessacionismo é uma grande besteira e que eu havia saído totalmente da Vontade de Deus. Foi nessa época que comecei a orar pra que Deus me quebrantasse e que Ele cumprisse Sua Vontade em mim e através de mim.


O primeiro semestre de 2011 foi um sonho... Foi um momento muito feliz de intensas experiências espirituais, mas a alegria durou pouco. A partir de julho a menina que sempre estava feliz e nunca chorava entrou em uma crise daquelas e não conseguia parar de chorar. Era como se algo queimasse e partisse tudo por dentro causando uma dor absurda além de muitas lembranças do passado.


Não entendi nada daquilo e quem convivia comigo muito menos... O que todos sabiam e até eu mesma é que eu estava me tornando uma pessoa melhor: menos egoísta, menos fria, mais sensível, mais amável, mais humilde... Mesmo assim enfrentei anos do mais profundo sofrimento que parecia que Deus havia se afastado.


Ao fim de 2014 eu já estava definhando em uma cama de tão doente que fiquei não só por causa do choro, mas também por causa de humilhações e enfermidades das mais diversas. Perdi absolutamente tudo o que eu tinha e o que eu era. Foram pouco mais de 3 anos, mas que pareciam uns 20 de tão profundo que foi. Nesse tempo tudo o que eu queria era voltar para como eu era no passado (em 2007 quando tinha negado a Vontade de Deus), mas por mais que eu tentasse nunca conseguia e só ficava pior.


Isso durou até que ouvi umas pregações e entendi com o coração e não apenas com a mente uma série de coisas que sempre busco ensinar. O resumo é que: o sofrimento e a fraqueza longe de nos destruir, nos aperfeiçoa como servos de Deus e que isso não tem nada a ver com pecado, mas com maturidade em Deus. A partir disso decidi que não teria mais tristeza e mesmo sofrendo, a tristeza simplesmente acabou. Para mais detalhes sobre esse período basta procurarem no site e na página os textos: “HOJE É DIA DE COMEMORAR”, “FELIZ NATAL” E “FELIZ ANO NOVO” que escrevi ano passado.


Durante esses anos de profunda noite escura aconteceu um grande paradoxo: tudo o que eu queria era voltar a ser como no passado, mas só me afastava... Tanto que quando saí daquele estado parecia que eu tinha saído era do planeta. A situação mudou de tal forma que precisei de mais de um ano só pra me situar e sintonizar em relação ao cumprimento dos sinais dos tempos.


No começo do ano passado (2016) tive uma profunda convicção de que Jesus estava voltando e outra mais profunda ainda de que eu não estava nada preparada pra isso. Chorei durante três dias (tanto ou mais do que no período de trevas espirituais), mas a resposta de Deus veio imediatamente: anuncie e descanse!


Como um verdadeiro milagre, tudo foi restaurado de forma que tudo se tornou como antes mesmo sendo nada mais como antes e finalmente percebi que havia voltado ao nível de continuar progredindo. Antes tinha a estranha sensação de que nunca conseguiria alcançar o que parecia estar tão perto!


Na última quinta (dia 21) pedi a Deus que falasse comigo no culto em relação aos sinais dos tempos. Sem ter nenhuma relação com a pregação, o pastor falou o seguinte: “Muitos dizem que essa é uma geração amaldiçoada, mas eu não concordo porque nesse tempo temos acesso á internet e as redes sociais que são a maior ferramenta pra compartilhamento de informações e pra anunciar o fim dos tempos”. No final do culto ele fez profecias para alguns irmãos e enquanto ele falava eu pensei: “Mas se Jesus está voltando não vai dar tempo”. Na hora ele interrompeu pra dizer: “Estou profetizando, mas há grande chance de Jesus voltar antes e não vai dar tempo pra se cumprir”. Eu fiquei simplesmente extasiada...


Eu não sei de tudo (e ninguém além de Deus sabe) e não sei sequer do que aconteceu comigo. Sim, tem coisa que nunca entendi e nem sei se será possível entender. São verdadeiros mistérios... Enfim... Não sei porque estou contando tudo isso de novo, mas se Deus mandou então apenas obedeço. Com certeza vai ser útil pra alguém. Os sinais estão aí e só quem quer se fazer de cego é que não está enxergando...


É verdade que me meti em muita encrenca, mas passaria por tudo de novo se fosse necessário porque hoje entendo que Deus estava comigo em cada situação. E hoje tenho outra certeza: muitas vezes o ódio pelo mal acaba sendo maior do que o Amor pelo bem.


Se as coisas não foram piores pra mim é porque mesmo nos momentos de maior frieza nunca esqueci do Amor e da Misericórdia de Deus. Sempre denunciei os erros, pecados e mentiras... Mas ao mesmo tempo sempre amei as pessoas. Sempre preguei que até o último minuto há chance de arrependimento e conversão, que não há nada que Deus não possa perdoar e até mesmo esses satanistas, conspiradores e bandidos são alvo do Amor de Deus e por isso não devemos odiá-los, mas orar pra que se arrependam e convertam. Se não fosse isso não sei de verdade o quão pior tudo teria sido...

O VISITANTE

Posted by aventuradeaprender on January 30, 2017 at 7:55 AM Comments comments (0)

DICA DE FILME




O visitante (assistido em 2014)


Antioch. Há 3 anos Marian Jordan foi assassinada, sendo que os criminosos nunca foram encontrados. Isto fez com que o pastor Travis Jordan, seu marido, perdesse a fé em Deus. Subitamente milagres acontecem na pequena cidade. Michael Elliot, o filho de uma veterinária, Morgan Elliot, que recentemente chegou em Antioch, poderia ter morrido em um acidente de carro, mas não teve um arranhão. Coisas milagrosas como um paralítico andar, um tumor regredir e até mesmo o cão de Morgan, que fora enterrado, aparecer vivo. Em todos estes eventos três desconhecidos usando roupas pretas são vistos e Brandon Nichols sugere que ele possa ser Jesus Cristo. Os moradores de Antioch acharam que estes fatos eram um sinal divino e passam a venerar Nichols como um profeta, sem pensar que nem todo milagre é uma benção. Entretanto Travis e Morgan acham tudo muito estranho e resolvem investigar o que está ocorrendo na cidade.


Não tenho muito para falar da história porque a sinopse já diz praticamente tudo. Eu já havia assistido ao filme durante o meu período de quarentena por causa do acidente em 2008, mas decidi assistir de novo em 2014. Em 2008, infelizmente, acabou aguçando meu cessacionismo (descrença em milagres atualmente). Logicamente isso já ficou pra trás e sei o quanto eu estava errada.


Eu quis rever porque nos debates em um grupo de ufologia estávamos comentando que os sinais mostrados nos filmes para os ataques de alienígenas são idênticos aos mostrados em filmes sobre demônios e espíritos: interferências em equipamentos eletrônicos, alteração no comportamento das pessoas e dos animais, falsos milagres e prodígios... Eu nunca tinha reparado nesses detalhes específicos, mas depois percebi que na maioria dos filmes mostra todos esses sinais realmente. O último filme resenhado (sobrenatural) é outro dos inúmeros exemplos.


Apesar de o filme parecer ser um completo absurdo e exagero não é. Esse tipo de situação relatada acontece aos montes. Logicamente (e felizmente) a grande maioria se trata apenas de charlatanismo (hipnose, atores contratados, emocionalismo...) e não de coisas realmente malignas. Entretanto, ainda sim causam mal porque mata a fé das pessoas. E isso é algo que devemos combater tomando cuidado para denunciar os erros, mas amar os enganados por eles.


“Nem todo milagre é uma benção”


Nunca é demais dizer que falsos milagres e prodígios existem, mas também os verdadeiros. O diabo não perderia tempo em falsificar algo se não houvesse o real. Só fabricam bijuterias porque existem joias e ninguém perde tempo em falsificando uma nota de três reais porque elas não existem.


É oportuno comentar uma história que me causa arrepios e tem certa semelhança com os fatos do filme. No século XVII existiu um pregador puritano chamado Thomas Weir. O caso é tão absurdo que inspirou o autor de “O médico e o monstro”. Aliás, tudo o que se refere a essa época é muito nebuloso. Li em um estudo (que infelizmente só existe em inglês, mas dá pra entender pelo Google tradutor) que a história da igreja no chamado “Renascimento” é tão perversa e oculta que não está registrada em lugar nenhum. Sabemos poucas coisas, mas o suficiente pra tirar o sono de qualquer um.


O MÉDICO E O MONSTRO, E O PREGADOR SATANISTA: http://juliosevero.blogspot.com.br/2007/06/o-mdico-e-o-monstro-e-o-pregador.html


A SOCIEDADE SECRETA NA IGREJA DE SARDES: http://philologos.org/__eb-jki/tape05.htm


Pelo menos pra mim foi uma libertação porque finalmente pude entender as palavras tão duras que Jesus dirigiu pra igreja daquela época nas cartas em Apocalipse. Acho que aqui não é o momento nem o lugar adequado, mas confesso que tenho muita dificuldade em entender como alguém consegue ensinar sobre Deus e ainda assim adorar ao diabo. Esse tipo de coisa não entra na minha cabeça de jeito nenhum! Desculpem os termos, mas só gente muito burra pra fazer esse tipo de coisa. Só acredito porque está escrito na Bíblia e uma boa pesquisa em história fora dos meios oficiais revela tudo muito claramente. Além disso, já tive experiências pessoais gravíssimas nesse sentido e espero um dia ter coragem pra contar.


Spoiler:


Na verdade, o tal pregador não era profeta coisa nenhuma e sequer era cristão. Tratava-se de uma pessoa que com raiva de Deus faz um pacto com o diabo e todos os que supostamente foram curados além de terem a alma aprisionada aos demônios ainda ficaram pior depois de algum tempo.

SOBRENATURAL

Posted by aventuradeaprender on January 29, 2017 at 8:35 PM Comments comments (0)

DICA DE FILME




Sobrenatural (assistido em 2014)


Uma família, que acabou de se mudar para uma casa nova, descobre que um espírito do mal está dentro da casa ao mesmo tempo em que o filho do casal entra em coma de maneira inexplicável. Tentando escapar das assombrações e para salvar o menino, eles se mudam novamente e percebem algo terrível que os deixa desesperados: não era a casa que estava mal-assombrada.


Não se trata de um filme de terror como parece. Gostei muito de assistir, mas me frustrei um pouco porque não tem final.


O tema são as chamadas “viagens astrais”. Alguns podem pensar ser o inferno, mas não é. É como se fosse um mundo espiritual, mas só pessoas vivas são aprisionadas lá.


O problema é que, segundo o filme, se a pessoa está presa nesse mundo astral demônios tem legalidade pra possuir e usar o corpo na terra. Depois dessa explicação acompanhamos as tentativas da família de tentar fazer com que o menino acorde. No final ainda há uma surpresa que não vou contar pra não dar spoiler.


Logicamente esse filme não é cristão e tem muitos absurdos, mas a explicação do mundo astral é real e tem sido partilhada por vários irmãos nos últimos tempos. Isso explicaria também sobre certas experiências que dizem ser do inferno e biblicamente não fazem sentido. O problema é que muitos por falta de discernimento entendem tudo errado como uma adolescente que viu seus amigos vivos no inferno e entendeu que são predestinados à condenação e não deveria mais evangelizar. Na verdade o que ela viu era como os demônios estavam aprisionando-os por aqui mesmo, mas não foi capaz de discernir isso.


Esse filme é bem especial pra mim porque me ajudou a entender uma experiência que tive.


No dia 4 de dezembro de 2007 eu apresentei o trabalho de conclusão de curso do “Altas habilidades”. Após a apresentação começou a cair uma chuva torrencial. Então fiquei perambulando quase de forma automática pelos corredores da universidade ao mesmo tempo em que ouvia sem parar a frase “There's no time to change your mind” (essa é a música de um filme sobre o apocalipse que traduzindo significa “não dá mais tempo pra mudar de ideia”). No começo não entendi muito, mas logo reconheci a frase do filme. Então veio na minha mente vários alertas dizendo que não dava mais tempo, que eu havia feito minha escolha, que não teria mais como sair do caminho, que era impossível esquecer do que vivi e do que Deus falou, que tudo era o meu propósito e missão... Isso foi me oprimindo de tal forma que comecei a gritar com a alma: “Socorro! Não quero ficar aqui! Quero sair daqui!”. Na mesma hora veio o entendimento que se eu abandonasse realmente o caminho que vinha seguindo seria isso que aconteceria. Devo ter ficado cerca de uma hora e meia nesse estado até que a chuva passou e consegui voltar pra casa.


Essa experiência e nada foi a mesma coisa. Eu já tinha decidido abandonar tudo e focar apenas na igreja que já estava frequentando há uns 2 meses antes. Como quase tudo o que tinha a ver com o passado foi completamente esquecido, mas só lembrei quando assisti ao filme e por isso se tornou tão especial pra mim mesmo com todos os exageros. Sei que existe o segundo, mas não tive interesse em ver porque o roteiro é ainda mais absurdo.


Spoiler:


No final a exorcista faz com que o casal entenda que isso aconteceu com o menino porque havia acontecido com o pai, mas ele programou a mente pra esquecer tudo e agora os demônios voltaram pra completar o serviço na criança.

FELIZ ANO NOVO!

Posted by aventuradeaprender on January 1, 2017 at 9:30 PM Comments comments (0)

UM SONHO BOM


Posso dizer sem sombras de dúvidas que 2016 foi meu melhor ano até agora porque eu tive o meu maior sonho realizado. Durante muito tempo minha maior frustração da vida foi ter tido um desenvolvimento espiritual excelente entre os anos 2006 e 2007, perder e nunca mais conseguir recuperar.


 

Sem medo de parecer exagero: vivi das experiências mais sinistras às mais sublimes... Combates, arrebatamentos, sonhos, visões, curas, entendimentos, alegrias, tristezas, desesperos, doenças, acidentes... Mesmo assim sempre sentia que faltava algo e por melhor que pudesse ser ainda percebia que não era nada perto do que havia sido. Eu sei que parece estranho e eu também achava isso...


 

Vou tentar fazer uma analogia. Imagine um garoto do quarto ano primário que com 10 anos é um gênio: super estudioso, aplicado, interessado... O melhor aluno da turma. Só que quando chega ao quinto ano começa a ir mal na escola, a só se divertir e não busca mais progredir intelectualmente. Tudo o que havia conquistado se perde e o tempo vai seguindo entre notas ruins e recuperações... Só que quando chega ao ensino médio ele acorda pra vida novamente e resolve voltar a ser estudioso e aplicado. O que acontece? Logicamente poderá ser um ótimo aluno de novo e concluir o curso ainda como um dos melhores. O problema é que por mais longe tenha chegado esse longe anda é muito aquém do que seria se o ritmo de outrora tivesse sido mantido. Muitos poderiam dizer que ele é muito melhor do que o pior aluno do tempo primário e ainda assim não seria a mesma coisa. Humanamente o que se perdeu está perdido para sempre, mas com Deus não é assim.


 

Comigo aconteceu exatamente desse jeito. Tive certo desenvolvimento entre 2006 e 2007. Em 2008 parei totalmente. Pelos fins de 2008 fui tentando recuperar consertando algo aqui e ali, mudando algo aqui e ali... Mas até o fim de 2010 tratando com os frutos podres e não com os galhos secos que os geraram e muito menos com a raiz do problema. Mesmo em 2011 que a raiz foi atingida fui parar no fundo do poço até o fim de 2014 quando fui tirada de lá por um milagre operado através de uma pregação. Durante 2015 mesmo tendo consciência ainda estive bem anestesiada e não consegui fazer quase nada.


 

Em 2016, entretanto... Aconteceu o grande milagre! Sem nenhum acontecimento especial simplesmente soube que consegui não apenas alcançar, mas ultrapassar 2006 e 2007 que haviam sido o meu melhor até agora.


 

Em 2013 eu havia feito um vídeo de uma música chamada “um sonho bom” que resume bem minha história. Deus deu um sonho e esse sonho mostrou o chamado, o propósito e a vocação pra agir segundo a direção ordenada. Só que a música diz: “hoje sou feliz como nunca jamais eu pude ser”. Com meu vídeo eu quis ironizar que era qualquer coisa, menos feliz... Hoje entendo perfeitamente que não havia melhor lugar pra se estar do que onde estive ainda que tenha sido literalmente o vale da sombra da morte, e quem verdadeiramente quer subir precisa primeiro descer. Como diz uma frase que gosto muito: “A Vontade de Deus nunca vai nos levar onde a Graça d’Ele não possa nos proteger”.


 

Por essa razão decidi fazer novamente o vídeo comparando fotos de 2006 e 2007 com as de 2016. Dessa vez sem ironias porque realmente sou feliz como nunca pensei poder ser ainda que muitas das circunstâncias não tenham mudado e inclusive piorado.


 

A maior lição que aprendi ao fim de 2014 e posso resumir é: olhar para a Verdade e não para as experiências. Se olharmos a Verdade, Cristo (que é a Verdade) transformará nossa experiência... Mas se focarmos na experiência ela nunca será mudada em Verdade. E, como já falei em textos anteriores: isso nos fará ser como crianças. Crianças mantém sua pureza e inocência, confiam e são sempre dependentes dos pais como devemos ser do nosso Deus.


 

Feliz 2017! E lembrem-se sempre: nossa felicidade não está nas circunstâncias, mas em Cristo porque quem faz a Vontade d’Ele pode ser feliz ainda que esteja tudo desabando em redor!


 

Ah, e um pequeno conselho: atenção total aos sinais dos tempos: 2017 é ano de jubileu de muita coisa boa e ruim que aconteceu nos últimos 500, 100 e 50 anos. Isso não é marcar datas, mas apenas saber que Deus divide as estações. Não estou dizendo que Jesus vai voltar esse ano. Aliás, isso é impossível! Eu apenas acredito que veremos muitos sinais.

https://youtu.be/SpQF_W9cNf0

 

FELIZ NATAL

Posted by aventuradeaprender on December 25, 2016 at 7:40 AM Comments comments (0)
FELIZ NATAL

Sempre fui uma criança fascinada pelo natal pelo menos depois dos 8 anos que foi quando minha família começou a comemorar. Eu nunca entendi porque meus pais não comemoravam antes.


O fato é que após 1999 as noites de natal e tudo o que era ligado a elas sempre foram aguardadas ansiosamente por mim. Além disso, mesmo sempre sabendo que quem me dava os presentes era Deus através dos meus pais ainda assim até aos 14 anos fazia questão de escrever minha carta para o papai noel todo ano. Em algum momento entre esses anos também descobri que a inspiração para o papai noel veio de um mártir cristão da igreja primitiva.


Foi por volta de 2007 juntamente com a descoberta de como o mundo realmente funciona que todo o encanto se quebrou. Então Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro, essa é uma data de inspiração pagã porque antes de Cristo já era comemorada inclusive com sacrifícios, a simbologia também não tem nada de cristã. Enfim... Argumentos não faltavam pra demonizar tudo o que tem a ver com o natal.


Com todas essas informações envolvendo conspirações, ufologia, sociedades secretas, escatologia, demonologia e afins... Junto com isso acabou minha inocência infantil ou pelo menos parte dela porque sei que mesmo com tudo o que aconteceu e eu já contei mais ou menos nos testemunhos certas coisas nunca deixei com que se perdessem.


Principalmente após 2010 que foi quando perdi meu pai o natal nunca mais foi o mesmo. Podia dar presentes, até participar de atividades na igreja... Mas não fazia o menor sentido e às vezes eu ainda suspirava pensando: pra que eu fui saber de tudo aquilo? Seria melhor continuar sendo uma criança inocente! Eu também sentia que por mais que eu buscasse evoluir nunca havia conseguido chegar nem perto do que eu era antes de cair em 2008. Não dá pra descrever o quanto eu ficava frustrada com isso! Imagina só... Claro que só de ter conseguido sair do buraco em que meti já foi um milagre, mas sabia que havia algo a alcançar que estava tão perto e ao mesmo tempo tão longe...


Entretanto depois daquela “noite escura” entre 2011 e 2014 me dei conta que o segredo era realmente voltar a ser como criança. Também assumi novamente meu compromisso em expor as obras das trevas porque sei que foi pra isso que Deus me chamou realmente. Tudo se tornou como antes e ao mesmo tempo nada mais era como antes (parafraseando um dos contos de “o bosque dos lilases”.)


E por quê? Entendi que o básico do que eu aprendi realmente era verdade: existem sociedades secretas que servem ao diabo, eles realmente estão tentando fazer o apocalipse (se Deus deixará da forma que querem são outros 500), há muita mentira no mundo e até mesmo nas igrejas... Mas o diabo não é maior do que Deus e ele nada pode contra a inocência!


Descobri também que a situação ainda era muito mais grave do que eu pensava e consegui juntar várias peças do quebra cabeça. E o pior de tudo isso é que em meados de 2010 tive o desprazer de ser intimidada por um illuminati no meio da rua que me deu várias informações, mas hoje sei que não fez outra coisa a não ser zombar e rir dos nossos grupos “anti nova ordem mundial” daquela época que segundo ele estavam mais perdidos do que cego em tiroteio e a maioria iria se dar muito mal.


Quanto ao natal eu descobri que se ele é odiado por nossos inimigos globalistas (seja da illuminati, do comunismo ou do terrorismo islâmico) toda campanha contra não poderia ser outra coisa a não ser desinformação! E foi vendo isso e muitas outras coisas que tive a imensa tristeza de perceber ao longo desses anos que quase ninguém dos tempos antigos permaneceu firme. A maioria descambou ou para o liberalismo ou para o tradicionalismo, se tornaram inférteis, completamente desviados ou abraçaram as heresias mais absurdas que podemos pensar. Como isso dói!


Mesmo que Jesus não tenha nascido em 25 de dezembro isso pouco importa porque o importante é que Ele nasça em nossos corações todos os dias! Essa é a mensagem do hino “A soldier’s king” que vi em um filme e o Espírito Santo me incomodou para fazer um vídeo que foi o meu de maior alcance até hoje.


Ainda que essa data seja pagã substituir por algo cristão é totalmente bíblico. Jesus diz que se um demônio é expulso de uma pessoa e ele volta e acha vazio trás mais sete e a situação se torna pior. Não dá pra tirar algo ruim e deixar vazio que outra coisa ruim toma o lugar. Percebi que vários dos que repudiavam o natal eram tomados de uma tristeza e angustia absurdas (aconteceu comigo algumas vezes) e isso não pode ser mera coincidência. Se o sujeito vive no mundo fazendo tudo o que não presta e se converte precisa começar a se alimentar das coisas de Deus senão é provável que comece com porcaria de novo ainda que não sejam as mesmas. É, meus amigos... O diabo é sujo e muito esperto! Poderia citar inúmeros exemplos, mas creio que esses sejam suficientes.


Uma amiga que é muito melhor estudiosa do que eu me disse que no natal os judeus comemoram uma festa chamada “Chanukah” (festival das luzes) e realmente não é o nascimento de Jesus, mas é quando os reis magos levaram presentes e O reconheceram como Rei e Salvador assim como nós devemos fazer. Enfim...


Não importa quando Jesus nasceu... Mas se existe uma data pra comemorar o mínimo que devemos fazer é aproveitar a pouca brecha que nossa sociedade ainda dá para o cristianismo porque dias virão (e não parece estar muito longe) em que darão um jeito de criar uma religião que negará todos os dogmas da fé cristã e os verdadeiros discípulos de Jesus serão duramente perseguidos.


Que não sejamos nós a nos juntar com os inimigos em expulsar Cristo da sociedade! Nós não precisamos saber de tudo. Os maiores vencedores no Reino dos céus nem sempre serão os mais cultos e entendidos... O que Deus espera de nós é que aprendamos a amar a Ele e ao próximo porque o verdadeiro amor cobre uma multidão de pecados e a misericórdia triunfa sobre o juízo quando aprendemos a ser misericordiosos como Cristo nos ensinou.


Feliz natal! 



https://youtu.be/B_vM-4Mk9Og



O SEGREDO

Posted by aventuradeaprender on December 23, 2016 at 7:10 AM Comments comments (0)
RESENHA DE FILME


O segredo (assistido em 2013)


A história deste filme gira em torno de Benjamin Marris, cuja vida muda repentinamente quando acontece um acidente. Sua esposa, Hannah, e sua filha adolescente, Sam, vão para o hospital em estado grave. As duas sofrem uma parada cardíaca ao mesmo tempo. A mãe morre, mas a jovem consegue sobreviver. Ao despertar, Sam começa a agir de forma estranha, como se imitasse os hábitos de sua mãe. Desconfiado com a forma como a menina age e como ela insiste em dizer que é Hannah, Ben acredita que houve algum tipo de troca sobrenatural e que o espírito de sua esposa falecida está dentro do corpo de sua filha. O problema é que as duas não podem ocupar o mesmo corpo e uma delas deverá deixar de existir.


Esse filme estava passando na televisão enquanto eu almoçava e mesmo eu estando em um propósito com Deus de só assistir filmes cristãos (isso durou uns 6 meses mais ou menos em 2013) Ele me mandou assistir esse porque queria falar comigo através dele. Por isso é impossível eu fazer resenha sem dar spoilers aqui. Alem disso, essa não é uma recomendação. Eu apenas quero contar como Deus usou o filme pra falar comigo.


Apesar de ser um filme absurdamente bizarro em todos os sentidos para o propósito da época ele serviu. Por exemplo... A filha agindo como a mãe chega ao ponto de querer transar com o próprio pai (Misericórdia!). E quando ela vai ao colégio da “filha” se espanta com tanta porcaria em que ela estava envolvida... Não é deixado claro em momento algum se na verdade é a filha fingindo que é a mãe porque não suporta a perda ou se o espírito da mãe tomou conta do corpo da filha. Aliás, o filme termina e isso não é esclarecido totalmente.


O que fica claro é que mãe-filha ou filha-mãe tem uma experiência bizarra usando drogas e tudo volta ao normal... Era isso o que Deus queria que eu visse e usou esse filme pra poder mostrar: que pra desfazer uma prisão da alma é preciso que a pessoa tenha uma experiência muito forte, mas claro que Deus estava me falando de experiência com Ele e não com drogas kkkkk


Eu vi esse filme em 2013, mas ano passado (2015) um irmão de um grupo que participo no facebook postou um texto falando sobre cristãos que tiveram sua alma aprisionada e perderam a consciência (não lembram, não entendem e não vivem mais a Vontade de Deus). Então ele explica que pra tirar uma pessoa dessa condição ela precisa de uma experiência ainda mais forte e impactante do que última que se recorda. Quando li isso no texto lembrei claramente desse filme e foi uma confirmação de que deveria mesmo postar até porque vivi exatamente isso.

HOJE E DIA DE COMEMORAR

Posted by aventuradeaprender on July 17, 2016 at 1:50 PM Comments comments (0)


TESTEMUNHO



Hoje é dia de comemorar!


Hoje é um dia especial! Fazem 5 anos que minha vida virou de cabeça pra baixo, mas isso foi o melhor que poderia ter me acontecido. Eu nunca havia conseguido explicar o que houve comigo e o site, mas hoje vou tentar.


Até 2010 tudo estava muito bem ou pelo menos eu achava que estava e mesmo se eu soubesse que não estivesse ainda fazia questão de continuar pensando e agindo como se minha vida fosse perfeita. Então aconteceram algumas coisas que aos poucos quebraram tudo isso...


Dia 17 de julho de 2011 tudo mudou radicalmente... Eu estava no shopping e do nada vi um filme da minha vida toda. Junto com isso choros, gritos e gemidos incontroláveis além de uma sensação de fogo que queimava tudo e não sobrava nada.


Sinceramente, os gritos eu acho que ninguém escutou se não achariam que estava louca. De fato não consegui ficar em pé muito tempo e procurei um cantinho pra sentar onde pudesse chorar em paz. Mesmo assim apareceu uma irmã que disse que sabia o que estava acontecendo comigo e oramos juntas, mas eu continuava chorando quanto mais o tempo passava.


O choro e as sensações continuaram nos próximos meses sem parar. Ninguém entendeu nada! Eu muito menos... Todos nos perguntávamos... Cadê a menina feliz? Alegre? Que não se abalava com nada? Que pra ela tudo estava bem? Em dias tudo se acabou!


Entre os anos de 2011 até a metade de 2013 na minha formatura a situação permaneceu inalterada. Mas algo incrível aconteceu... Todos os colegas, familiares, irmãos de igreja... Tinham um único testemunho! Eu estava a cada dia melhor, mas não era isso o que eu via e tampouco o que eu sentia! Tinha dias que eu sentia não apenas fogo queimar, mas como se tivesse algo dentro de mim que me partia em pedaços! Eu não tenho como explicar isso em palavras!


Tentei orar pra parar e Deus não deixou! Tudo o que Ele me respondia era que eu havia recebido o que tanto tinha pedido. Deus me disse também que eu poderia parar quando quisesse, mas Ele me alertava que eu não quereria isso. Metade de mim concordava, mas metade ainda conseguia duvidar. Mesmo assim não me atrevi a fazer isso parar porque sabia no fundo que era o trabalhar de Deus. Ele me fez lembrar também que tentou fazer isso em 2008 e 2010, mas minha teimosia bloqueou tudo e não deixou continuar porque eu queria continuar vivendo minha “vidinha perfeita”.


Depois da formatura em 2013 e durante 2014 tudo piorou consideravelmente. Antes as circunstâncias estavam ótimas e apenas o meu interior uma bagunça. Mas de uma vez tudo piorou ao mesmo tempo... Inteligência, capacidade, saúde, dignidade, força... Nada sobrou! Ao fim de 2014 cheguei a ficar tão doente, mas tão doente que quase morri. Não restava nada de mim literalmente!


Nessa época era uma mistura do que Deus estava fazendo, do que eu estava tentando fazer com minhas forças naturais e do que o diabo tentou fazer pra atrapalhar. Uma verdadeira salada mista que precisou ser revelada até mesmo em um sonho. Um dos mais misteriosos que tive em que tomei literalmente uma surra que sinto dor só ao me lembrar dela.


Quando não havia mais como piorar ao fim de 2014 através de umas pregações Deus agiu e eu vi toda a Verdade! Mas isso não tem como explicar pra vocês porque palavras nesse mundo não podem descrever.


Durante o ano passado foi um período pra amadurecer tudo o que aconteceu, mas só esse ano comecei a ver os frutos concretos desse processo.


Quanto ao site... Até o começo de 2013 eu ainda consegui manter aos trancos e barrancos, mas praticamente só fazia desabafos do que não entendia. Aquilo não produzia vida em ninguém porque no fundo não queria morrer pra mim mesma. De 2013 até esse ano foi impossível continuar, mas sei que já deveria ter parado há muito tempo porque era obra minha e não do Espírito Santo.


E hoje? Bem... Eu nunca parei de chorar, nunca parei de gemer, nem de sentir fogo, nem de gritar... Tudo isso ainda acontece e espero sinceramente que não pare mais! A diferença é que hoje tenho a verdadeira felicidade que não depende de nada externo porque é criada pelo Espírito Santo em alicerce inabalável que nada nesse mundo nem no reino das trevas é capaz de derrubar.


Recaídas? Quem não tem? Mas elas são como a névoa que se dissipa ao vento da manifestação do Espírito! Hoje eu sei que se está sendo queimado, cortado e destruído é porque Deus não quer na minha vida e por essa simples razão eu também não posso (e não quero) querer.


Glória a Deus hoje e eternamente. Amém!


REDES SOCIAIS